EDUCAÇÃO IDEB 2015

Reading time: 3 minutes

 

 “Tem a esperança de que as coisas da Educação nesse país, ainda vão mudar um dia”?

 

Ensino médio e anos finais do fundamental ficam abaixo da meta do Ideb. Hoje dia 08 de Setembro de 2016, o Ministro da Educação Mendonça Filho, apresenta os resultados do Ideb 2015.

Desde 2011 em patamares abaixo do previsto pelo Ministério da Educação (MEC), o ensino médio nas escolas do país está inerte. Segundo avaliação nacional realizada pelo governo, isso não vai mudar enquanto os anos finais do ensino fundamental também não alcançarem as metas.

O ministério apresentou o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) 2015, nesta quinta-feira (dia 8/9/2016), O levantamento aponta que o ensino médio segue estagnado na média das escolas do país com índice 3,7 e não atingiu a meta estipulada para 2015 que era de 4,3. O nível se mantém desde a avaliação realizada em 2011.

O Brasil alcançou Ideb de 5,5 do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental, chamado de ensino fundamental 1, e bateu a meta que era 5,2. Todavia, no ensino fundamental 2, que compreende do sexto ao nono ano, o Brasil mais uma vez não cumpriu a meta nacional que era de 4,7, ficando com Ideb de 4,5 (Observe os gráficos abaixo).

educação 1

 

O que é o Ideb?

. .

Criado em 2007, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), é o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. Esse índice é divulgado a cada dois anos. Formulado para medir a qualidade do aprendizado nacional e estabelecer metas para a melhoria do ensino.

Em outras palavras é um informativo geral da educação nas redes pública e privada. Uma espécie de nota. Para obter o índice, o MEC faz uma relação em cálculos entre rendimento escolar (taxas de aprovação, reprovação e abandono) e desempenho no Saeb/Prova Brasil aplicada para crianças do 5º e 9º ano do fundamental e do 3º ano do ensino médio.

A cada dois anos o índice é divulgado com metas projetadas até 2021, quando a expectativa para os anos iniciais da rede estadual é de uma nota 6,0. Consequentemente, é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente as aulas para fazer com que o Ideb de uma escola ou rede cresça.

educaçãoo

 

mendonca-filho O ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que o governo vai pedir urgência na avaliação do projeto de lei que prevê a mudança do currículo no ensino médio brasileiro e ainda afirmou: “O quadro geral não é algo que possamos celebrar”.

 

Mendonça Filho informou que vai sugerir que o Planalto edite uma Medida Provisória garantindo a mudança da grade curricular, caso o governo entenda que o projeto de lei não será votado ainda neste ano.

Se por algum motivo a apreciação na avaliação do projeto de lei não se dê ainda neste ano, levará ao presidente Michel Temer para garantir a reforma do ensino médio, pois não se pode ficar passivo aguardando o próximo ano.

O ministro defendeu, ainda, a necessidade de expandir o tempo integral para todo o ensino médio brasileiro.

Fonte: Pesquisas em Jornais, Portal Brasil e outros…

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *